Astronomia

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ir em baixo

Astronomia - Página 2 Empty Re: Astronomia

Mensagem por Zero em Ter 11 Fev 2020, 23:05


4 RECORDES QUE O JAMES WEBB PODE QUEBRAR NA ASTRONOMIA | SPACE TODAY TV EP2118




Space Today escreveu:
Ele terá aproximadamente 7 vezes o poder que o Hubble tem em coletar luz.

E isso é perfeito, pois lembre-se sempre, um telescópio nada mais é que um balde de luz, quanto mais luz um telescópio consegue coletar melhor ele é.

A diferença principal entre o Hubble e o James Webb é que o James Webb tem uma capacidade de observação no infravermelho, enquanto que o Hubble tem o seu poder de observação na luz visível.

Mas você já parou para pensar quais os recordes, o James Webb será capaz de quebrar? Lembrando que boa parte dos recordes na astronomia, e na astrofísica atualmente pertencem ao Hubble.

1 - A Galáxia Mais Distante

Começando com as galáxias, talvez o tipo de objeto principal que ambos os telescópios irão observar, atualmente o recorde pertence ao Hubble.

Ele observou a galáxia conhecida como GN-Z11, que existia apenas 407 milhões de anos depois do Big Bang.

Com a sua capacidade infravermelha, o James Webb será capaz de observar através do gás e da poeira que obscurece a visão do Hubble.

Com isso, os astrônomos acreditam que será possível observar galáxias que existiam a apenas 200 milhões de anos depois do Big Bang.

Ou seja, o ganho será de cerca de 200 milhões de anos.

2 - A atmosfera dos menores exoplanetas

Uma das grandes capacidades do Hubble é conseguir estudar a atmosfera de exoplanetas.

Atualmente, os astrônomos conseguem estudar a atmosfera de exoplanetas que têm o tamanho de Saturno e que orbitam estrelas parecidas com o Sol.

Com a capacidade ampliada do James Webb será possível observar a atmosfera de exoplanetas conhecidos como mini-Netuno ao redor de estrelas parecidas com o Sol, e de exoplanetas do tamanho da Terra ao redor de anãs vermelhas.

3 - As Primeiras Estrelas

No universo ainda existem as primeiras estrelas que surgiram no universo, são estrelas feitas só de hidrogênio e hélio e estão intocadas desde o Big Bang.

Como essas estrelas podem estar escondidas no meio de uma grande quantidade de poeira e gás, o James Webb terá a capacidade de observar e estudar essas estrelas.

4 - Imagem Direta dos Menores Exoplanetas

Essa é uma capacidade espetacular do James Webb.

O Hubble e outros telescópios conseguem fazer imagens diretas de exoplanetas, mas para isso precisam ser exoplanetas grandes, ao redor de estrelas pouco brilhantes.

O James Webb conseguirá fazer imagens diretas de exoplanetas menores ao redor de estrelas mais brilhantes.

Isso graças a um coronógrafo especial que ele irá levar para o espaço, que irá tampar a luz da estrela permitindo o imageamento dos exoplanetas.

Óbvio que além dessas 4 coisas, o James Webb nos trará grandes descobertas.

Aqui foram somente 4 recordes que muito provavelmente ele irá quebrar quando estiver no espaço.

A grande pergunta é, quando ele será lançado?

Estou lendo o relatório que foi feito sobre a situação dele, para fazer um vídeo para vocês, mas os engenheiros estão trabalhando com o mês de Julho de 2021.
Zero
Zero
Conselheiro

Mensagens : 108
Data de inscrição : 25/01/2020

Voltar ao Topo Ir em baixo

Astronomia - Página 2 Empty Re: Astronomia

Mensagem por Zero em Qui 13 Fev 2020, 22:22


MISTÉRIO SÓ AUMENTA - FRB EM GALÁXIA PRÓXIMA É PERIÓDICA | SPACE TODAY TV EP2119




Space Today escreveu:No ano de 2007, os astrônomos descobriram um sinal no universo, que desde então vem deixando todos intrigados.

Esse sinal era caracterizado por uma rápida explosão em ondas de rádio, e devido a essa característica recebeu o sugestivo nome de FRB, ou Fast Radio Brusts.

De 2007 até agora, cerca de 100 desses sinais foram descobertos.

Entre eles, 10 são ainda mais misteriosos, pois se tratam de sinais repetidos.

O que seriam as FRBs?

Algo que acontece em buracos negros, estrelas de nêutrons, algum tipo de objeto que não conhecemos.

Muitas são as teorias sobre as FRBs, até mesmo que sejam um tipo de comunicação alienígena.

Atualmente, a ideia mais provável é que as FRBs sejam causadas por algum tipo de fenômeno que acontece nas magnetars, as estrelas de nêutrons altamente magnetizadas.

Mas nada ainda pode ser confirmado.

E no universo meu amigo, nada é tão complicado que não possa piorar.

Ou melhorar, depende do seu ponto de vista.

O mistério dessa vez, é que os astrônomos descobriram uma FRB, que além de repetir, ela repete de forma precisa e contínua a cada 16 dias.

Usando o CHIME, um rádio telescópio canadense, desenvolvido para praticamente resolver os mistérios das FRBs, os astrônomos observaram esse sinal por 409 dias.

Foram 28 explosões detectadas entre 16 de Setembro de 2018 e 30 de Outubro de 2019.

Durante 4 dias, o sinal chega na Terra 2 vezes em uma hora, depois para, e depois esse ciclo se repete após 12 dias.

Os astrônomos conseguiram identificar a origem do sinal, uma galáxia espiral de tamanho médio localizada a 500 milhões de anos-luz de distância da Terra.

O que faz dessa FRB a mais próxima já descoberta.

Essa FRB já está virando um verdadeiro laboratório, pois já fiz vídeo sobre ela quando os pesquisadores conseguiram detectar sua origem.

Agora descobriram que ela é periódica.

O ponto agora é descobrir um tipo de objeto que possa passar por isso, ou um objeto que tenha algum tipo de companheiro que possa interferir no seu sinal de maneira tão precisa, a cada 16.35 dias.

Se os astrônomos conseguiram entender o padrão desses ciclos e descobrir o que causa essa repetição precisa estaremos perto de responder o que gera uma FRB.

Por enquanto as FRBs continuam cada vez mais misteriosas.
Zero
Zero
Conselheiro

Mensagens : 108
Data de inscrição : 25/01/2020

Voltar ao Topo Ir em baixo

Astronomia - Página 2 Empty Re: Astronomia

Mensagem por Zero em Dom 16 Fev 2020, 22:31


A IMAGEM MAIS RECENTE DA SUPERFÍCIE DA ESTRELA BETELGEUSE | SPACE TODAY TV EP2121




Space Today escreveu:Quando você aponta um telescópio para uma estrela você só vê um ponto de luz.

Mas isso estou falando no caso de um telescópio tradicional e de uma estrela também tradicional.

E nada de errado ou ruim com isso, pois com essa luz, proveniente da estrela é possível estudar muita coisa sobre ela.

Mas existem estrelas que nos mostram um pouco mais que somente um ponto de luz, quando observada com telescópios especiais.

Duas dessas estrelas são Antares e ela, Betelgeuse, ela mesma.

Mas óbvio, não é com qualquer um telescópio que você consegue isso.

Mas o ESO tem um telescópio que consegue fazer esse serviço, o seu nome, VLT.

E como Betelgeuse está aí, no foco da atenção atualmente, um grupo de astrônomos resolveu usar o instrumento SPHERE acoplado ao VLT para fazer novas imagens de Betelgeuse e tentar descobrir o que está acontecendo com a estrela.

O mais interessante, é que Betelgeuse já havia sido observada por esse mesmo instrumento em janeiro de 2019, e essa nova observação foi feita em dezembro de 2019.

A imagem é essa que vocês estão vendo agora.

Essa aí para quem não conhecia, é Betelgeuse, a superfície da estrela, uma das únicas estrelas que podem ter sua superfície observada.

Para poder entender o que aconteceu, vejam aí comparação das duas imagens, uma feita em janeiro de 2019, e a outra em dezembro de 2019.

Os astrônomos notaram duas coisas ao comparar as duas imagens.

A primeira é a diminuição de brilho de Betelgeuse, e a segunda uma mudança na forma da estrela.

OS astrônomos calculam que Betelgeuse está com 36% do brilho normal que ela normalmente tem.

Além da imagem com o SPHERE, os astrônomos usaram outro equipamento, o VISIR também no VLT.

Com esse instrumento, eles puderam medir a radiação infravermelha emitida pela poeira que circundava a estrela.

Essa imagem nos mostra então a nuvem de poeira que é formada quando Betelgeuse lança sua matéria para o espaço.

Mas e aí, vai explodir ou não?

Ninguém sabe ao certo.

Os astrrônomos pensam que isso não vai acontecer agora e formularam hipóteses para explicar o que está acontecendo com Betelgeuse.

Um cenário seria o arrefecimento da superfície da estrela devido a uma atividade estelar excepcional.

E o outro seria a ejeção de poeira que está acontecendo na nossa direção então por isso que notamos essa diminuição no brilho.

Embora Betelgeuse possa não explodir atualmente, tudo isso que está acontecendo com a estrela tem vários pontos positivos.

Muita gente está se interessando por ela.

Muita gente se interessando por astronomia.

Muita gente olhando para o céu.

E, principalmente, os astrônomos estão podendo aprender muito sobre o comportamento de estrelas do tipo supergigante vermelha.
Zero
Zero
Conselheiro

Mensagens : 108
Data de inscrição : 25/01/2020

Voltar ao Topo Ir em baixo

Astronomia - Página 2 Empty Re: Astronomia

Mensagem por Zero em Dom 16 Fev 2020, 22:32


VÊNUS, TRITÃO OU IO - QUAL SERÁ O PRÓXIMO DESTINO DA NASA? | SPACE TODAY TV EP2122




Space Today escreveu:Essa semana, a NASA apresentou as missões que foram selecionadas para seguir o próximo passo dentro do chamado Discovery Program.

O Discovery Program, é o program da NASA que tem como objetivo convidar engenheiros e cientistas a desenvolverem missões relacionadas com ciência planetária.

O objetivo principal do Discovery Program é desenvolver missões para tentar entender mais e melhor o nosso sistema solar.

Essa escolha é como se fosse uma semi-final, as 4 missões selecionadas receberão 3 milhões de dólares para em 9 meses desenvolver mais e maturar o conceito.

Depois disso, as 4 missões serão avaliadas novamente, e então duas serão selecionadas para, digamos, a fase final.

Para quem não sabe, a LRO que explora a Lua, a missão InSight, em Marte, são missões do Discovery Program que estão na ativa.

Além disso, a Lucy e a Psyche que irão explorar asteroides são as próximas missões desse programa.

Então vamos conhecer as 4 missões selecionadas no Discovery Program

1 - TRIDENT

Essa missão terá o objetivo de explorar Tritão, satélite de Netuno.

Tritão foi o último objeto fotografado pela sonda Voyager 2 e até 2015 tinha o título de objeto mais distante visitado por uma sonda no Sistema Solar.

Tritão, apresentou uma característica interessante, é um satélite ativo, onde a Voyager 2 conseguiu detectar característica da formação de uma nova superfície.

Tritão pode ter um oceano na subsuperfície e até mesmo abrigar a vida.

A TRIDENT terá como objetivo mapear Tritão, e caracterizar o processo ativo que acontece no satélite, e lógico, determinar se Tritão tem ou não um oceano em subsuperfície.

2 - VERITAS

Essa é uma missão que tem como objetivo mapear a superfície de Vênus e determinar a história geológica de Vênus e entender porque ele se desenvolveu de forma diferente da Terra.

VERITAS significa - Venus Emissivity, Radio Science, InSAR, Topography and Spectroscopy.

A VERITAS irá construir um modelo tridimensional da superfície de Vênus e tentar confirmar se processos como placas tectônicas e vulcanismos ainda estão ativos em Vênus.

A VERITAS também irá mapear as emissões infravermelhas da superfície para mapear a geologia de Vênus.

3 - DAVINCI+

O objetivo da DAVINCI+ será analisar a atmosfera de Vênus para entender como ela se formou e como ela se desenvolveu, além de determinar se Vênus já teve um oceano.

DAVINCI+ significa Deep Atmosphere Venus Investigation of Noble Gases, Chemistry and Imaging Plus.

A ideia é que a DAVINCI+ solte uma sonda que irá descer pela atmosfera de Vênus.

O + no nome está ligado à componente de imageamento da missão, que inclui câmeras para mapear o tipo de rocha na superfície.

Os resultados da DAVINCI+ podem remodelar o nosso entendimento sobre a formação de planetas terrestres no sistema solar e em outros sistemas.

4 - IVO

O objetivo da missão IVO será explorar o satélite Io de Júpiter.

IVO significa, Io Volcano Observer, e como o nome mesmo já diz a missão irá estudar os vulcões de Io, tentar entender se o satélite possui no seu interior um oceano de magma.

Os resultados da missão IVO poderão revolucionar o nosso entendimento sobre a formação e evolução dos corpos rochosos no sistema solar, bem como dos mundos congelados.

E aí, a pergunta clássica, quais as duas missões você escolheria para a final, e por fim qual missão você escolheria como a ganhadora.

Vênus tem uma grande chance, já que nas 4 existem 2 missões.

Veremos as escolhas, acompanharei tudo aqui no canal.
Zero
Zero
Conselheiro

Mensagens : 108
Data de inscrição : 25/01/2020

Voltar ao Topo Ir em baixo

Astronomia - Página 2 Empty Re: Astronomia

Mensagem por Zero em Dom 16 Fev 2020, 22:34


ORÇAMENTO DA NASA 2021 | SPACE TODAY TV EP2120



Zero
Zero
Conselheiro

Mensagens : 108
Data de inscrição : 25/01/2020

Voltar ao Topo Ir em baixo

Astronomia - Página 2 Empty Re: Astronomia

Mensagem por Zero Ontem à(s) 22:30

Muito material interessante.

Se alguém achar conveniente discutir algum assunto, traga-o para cá, não pretendo citar os artigos do site sem devida necessidade.

Astronomia e Astrofísica - UFRGS
Zero
Zero
Conselheiro

Mensagens : 108
Data de inscrição : 25/01/2020

Voltar ao Topo Ir em baixo

Astronomia - Página 2 Empty Re: Astronomia

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum